Carpini não confirma permanência e garante Guarani forte nos 2 últimos jogos

0
Foto: David Oliveira - Guarani Futebol Clube

O técnico Thiago Carpini concedeu entrevista coletiva na tarde desta quinta (21/11), véspera do jogo contra o América-MG. Livre da ameaça de rebaixamento, as principais questões respondidas pelo treinador foram sobre o futuro.

Esta semana, o presidente Ricardo Moisés disse que já iniciou a negociação para que Carpini continue no comando técnico. O treinador confirmou as conversas, mas não garantiu a permanência: “A gente ainda não se acertou. A gente já teve conversas durante a semana. Eu tenho passado pra diretoria, claro que existe uma valorização porque é justo, quando as coisas apertam, a gente tira da onde não tem pra fazer, então na hora que as coisas estão redondinhas, nada de absurdo. Tudo dentro da realidade do Guarani, do mercado, da Série B, do Paulistão, enfim e do tamanho que é a responsabilidade que é estar a frente de um trabalho desse”.

A contratação de um novo Superintendente de Futebol, cargo vago desde a saída de Estevam Soares em setembro, seria um dos entraves para a renovação com Carpini. Sidiclei Menezes é o nome preferido do presidente, mas o dirigente (ex-Vila Nova) estaria interessado em contar com um treinador mais experiente para comandar o time no Paulistão. Carpini disse desconhecer a informação, que conversou brevemente com Sidiclei quando ele negociava com o clube meses atrás e que não acredita que a idade do profissional seja relevante para mostrar qualidade na campanha e citou o colega Umberto Louzer, que esteve à frente do Bugre no ano passado, cmo exemplo.

Ainda com relação à continuidade do trabalho, Carpini completou: “está tudo caminhando para o mesmo pensamento, mas a gente ainda não se acertou (…) se eu tiver que não estar no Guarani em 2020, eu saio de alma lavada leve, muito tranquilo, feliz em ver o meu clube na série B em 2020. O mercado abriu de uma maneira muito interessante, Guarani é uma marca muito forte.”

No jogo desta sexta, Carpini vai completar um turno inteiro no comando do Guarani. O América-MG precisa vencer para continuar com chances de buscar o acesso e por isso a partida no Brinco vai afetar outros clubes na série B. O treinador bugrino garantiu que o Guarani vai entrar em campo com o que tem de melhor e buscar o resultado, como tem feito ao longo do segundo turno. “Não fazer com os outros o que não gostaríamos que fizessem com a gente”.

Carpini projeta que as duas últimas rodadas da Série B vão servir para que o time conquiste outras metas e melhore o aproveitamento de maneira geral, além de respeitar a competição e todos os adversários: “individualmente cada um tem seus objetivos. A gente tem também duas semanas para cada um galar seu futuro”. A ideia dele é também dar oportunidade a jogadores da base que foram pouco aproveitados este ano, entre eles, o goleiro Carlão, que ainda não atuou como profissional.

Comente com seu Facebook