Carpini evita individualizar erros na derrota para o América e reforça: “não vou jogar a toalha”

0
Foto: Letícia Martins - Guarani Futebol Clube

Thiago Carpini fez o primeiro jogo oficial como treinador do Guarani e lamentou os detalhes e erros individuais que custaram mais uma derrota do time no Brasileiro da Série B. “Alguns pequenos detalhes que nesta situação não cabem mais erros”, disse o interino em entrevista ao repórter Marcos Luiz da Rádio Bandeirantes Campinas após o jogo. Carpini disse que conseguiu ver evolução em alguns aspectos e que o empate era mais justo pelo que o Guarani apresentou. O interino frisou que o mais importante é minimizar os erros nesta situação e “simplificar até as coisas entrarem nos eixos”.

ESPEL ELEVADORES

“Tem que juntar os cacos e continuar trabalhando. Nestes momentos de adversidade as coisas acontecem desta maneira mas as coisas tem que mudar. Tem que continuar apoiando, dando moral, eu sei que é difícil pro torcedor mas a gente tem que abraçar esta causa, senão as coisas vão ficar ainda piores.,” disse Carpini.

O interino frisou que o mais importante é minimizar os erros nesta situação e “simplificar até as coisas entrarem nos eixos”.

O elenco bugrino grupo pediu à diretoria para que Thiago Carpini fique no comando pelo menos até a partida contra o Londrina na próxima quarta (28/08). O auxiliar técnico fixo do clube minimizou a situação e deixou a decisão a cargo dos diretorias alviverdes. “O que for melhor pro Guarani, se for pra ficar mais um jogo ou um técnico assumir na segunda (…) eu não vou jogar a toalha em momento algum”.

Carpini também falou sobre como pensa a atitude e a evolução do time para o confronto diante do Londrina no Brinco: “Tentar pressionar mais em cima, continuar sendo aguerrido, de repente mais profundidade, criar mais situaçãos e finalizar mais (…) Buscar equilíbrio em todos os setores, porque vai ser um jogo que teremos que se expor mais em casa, e não ficar vulnerável”.

Comente com seu Facebook