Carpini enaltece ponto mas lamenta: “mereciam uma sorte melhor”

0

O técnico Thiago Carpini disputou o primeiro dérbi da carreira, gostou do desempenho do time e procurou não falar em pontos negativos no zero a zero contra a maior rival: “eu fico contente com o que o grupo vem apresentando. Não gosto de analisar o jogo, mas o que estamos fazendo desde o jogo contra o América Mineiro (…) Nós temos que comemorar o acesso e cada ponto de tudo o que eles têm feito (…) Acho que mereciam uma sorte melhor dos 3 pontos”, concluiu o treinador.

ESPEL ELEVADORES

A principal surpresa do treinador no dérbi foi a escalação de 3 zagueiros, com o retorno de Luiz Gustavo ao time. “A gente buscou nesta entrada do Luiz dar mais amplitude, aproveitar os lados do campo”.

Com 40 pontos, o Guarani segue distante da zona de rebaixamento. Carpini projetou que falta pouco para o time garantir permanência na Série B em 2020: “mantém a distância do Z-4 dá uma tranquilidade pra trabalhar e a cada rodada são menos pontos em disputa (…) A nota de corte tá caminhando pra ser mais baixa, trabalhamos com 43 há algum tempo.”

Perguntado sobre a manutenção do tabu ostentado pela Ponte de estar há 7 anos sem perder para o Guarani, Carpini afirmou que o elenco não pode carregar um peso do passado, mas que o clima entre os jogadores no vestiário não era dos melhores após a partida: “queria muito esta vitória, gostaria muito que ela acontecesse, trabalhamos muito durante a semana. Fica este sentimento de que algum detalhe faltou pra gente ter melhor sorte (…) O que a gente pode fazer para buscar a vitória nós fizemos”.

Comente com seu Facebook