Campanha do Guarani em 2018 até agora é a melhor dos últimos anos

0
Foto: Guarani Press - Letícia Martins

Passado um mês e meio do início do Campeonato Paulista da Série A2, os favoritos ao acesso à principal divisão do Estado já despontam na classificação geral. O Guarani, pelo que já demonstrou ao longo das 9 rodadas, está nesta seleta lista dos prováveis classificados para lutar pela Série A1 em 2019.

As atuações ofensivas e os resultados importantes dentro e fora de casa acabam refletindo na classificação alviverde. E, se olharmos para os anos anteriores, o otimismo pelo acesso aumenta. Dos cinco anos que o time já disputa a Série A2, este é o ano que o time tem melhor aproveitamento. Vamos aos números…

Em 2014, o Bugre acabava de cair com a pior campanha da história alviverde no Paulistão. Márcio Fernandes era o comandante no ano de Copa do Mundo no Brasil. E o time decepcionou. Foram apenas 38,6% dos pontos conquistados e a frustrante décima terceira posição.

Em 2015, a situação até melhorou, mas não o suficiente para o time passar da primeira fase. Numa campanha com dois treinadores diferentes (Marcelo Veiga e Ademir fonseca), o Bugre confirmou permanência na divisão ao terminar a primeira fase no oitavo lugar, com 32 pontos em 19 jogos.

O ano de 2016 teve Pintado no comando e uma nova decepção: 27 pontos nas 19 rodadas e a nona posição. E, no ano passado, a diretoria mostrou instabilidade ao trocar de treinador 3 vezes em menos de 4 meses de Série A2. Como reflexo, 30 pontos na primeira fase de 19 partidas, sexto lugar e um aproveitamento de 52,6%.

O aproveitamento deste ano anima o torcedor alviverde. É claro que ainda faltam seis rodadas para poder comparar a campanha de agora com a dos anoa anteriores. Se a média das nove primeiras persistir, será a melhor porcentagem de pontos obtidos: são 66,7% de aproveitamento, índice que só perde para a campanha do São Bernardo, líder da Série A2.

Comente com seu Facebook