O goleiro Caíque França vem colecionando grandes defesas nas últimas partidas para garantir pontos importantes para a Macaca. Com a evolução do sistema defensivo sob comando de Hélio dos Anjos, o foco agora está no crescimento ofensivo.

O ataque tem sido econômico e marcou apenas três gols na competição. Quando o setor de frente funcionou, a Macaca venceu os jogos contra CRB (1×0) e Brusque (2×0).

“Desde a chegada do Hélio a gente mudou a nossa forma de jogar e o sistema ficou mais estruturado. Muitos jogadores do ataque ainda estão se entrosando e a tendência é evoluir em todos os setores”, explica Caíque França.

O adversário desta sexta-feira será também rival da Ponte Preta na Série A2 de 2023. Os dois times foram rebaixados na campanha do Estadual. No último encontro, vitória pontepretana por 2 a 0. No entanto, o goleiro pede atenção contra o Tigre.

“A gente sabe que o Novorizontino vem de duas vitórias. É um time diferente do Paulista. Vai ser um jogo difícil, mas é um adversário que é importante somar vitória justamente para ultrapassá-los na tabela. O fator casa precisa fazer diferença”, reitera.

Buscar a terceira vitória consecutiva dentro de casa é importante também para pegar sequência antes de uma sequência ingrata. Os próximos adversários da Macaca estiveram na Série A no ano passado: Bahia, Chapecoense e Sport.

“A gente sabe que serão três adversários difíceis. O jogo contra eles será de extrema dificuldade. Mas a gente vai tentar continuar nessa pegada de vencer em casa e somar pontos fora de casa. Acredito que dessa forma a gente vai conseguir brigar lá em cima”, encerrou.

Foto de Diego Almeida/Pontepress

Comente com seu Facebook