Brigatti resume derrota e atuação: “Noite totalmente infeliz”

0
Foto: Álvaro Junior - pontepreta.com.br

O técnico João Brigatti prontamente reconheceu a superioridade do Cruzeiro e a “noite totalmente infeliz” do elenco pontepretano, que saiu de campo derrotado por três a zero. “Encontramos muita dificuldade, a gente não conseguiu infelizmente propor nosso jogo, mas falta de ambição jamais dos jogadores que honram a camisa da Ponte. Hoje não seu certo, encontramos uma equipe bem postada”, disse o comandante em coletiva após o jogo em Belo Horizonte.

O treinador confirmou que Apodi não foi escalado por uma decisão em conjunto entre atleta, departamento de fisiologia e comissão técnica para preservar uma dos principais jogadores do elenco para a sequência da série B.

A sequência desgastante de partidas foi assunto da coletiva, mas Brigatti fez questão de não colocar este fator como motivo para a má atuação. Apesar das falhas, principalmente no setor defensivo, o comandante fez questão de defender o padrão de jogo baseado no toque de bola e organização: “a gente tem que acreditar no nosso modelo de jogo, que é com a bola sair lá de trás. Mas, a gente hoje teve um pouco de dificuldade em relação a isso, precisamos treinar para melhorar”.

Apesar da atuação coletiva ruim e de alguns jogadores renderem pouco, Brigatti procurou não olhar com pessimismo para o jogo. “A gente não pode entrar nesse desequilíbrio, temos que pensar, ter a cabeça no lugar e saber que hoje foi uma situação atípica em que a equipe não teve uma evolução, não conseguiu jogar. Precisamos, claro, conversar com os atletas pra entender o que aconteceu pra gente poder em outras partidas nos comportar muito melhor dentro de campo.”

Comente com seu Facebook