Guarani empata fora de casa e completa 4º jogo de invencibilidade

0

O Guarani saiu do estádio Bento Freitas, em Pelotas, com um ponto na bagagem. Depois de fazer uma partida equilibrada e conseguir se defender bem na reta final, o Guarani passou mais um jogo sem derrota na Série B.

O Bugre chega aos 29 pontos em 25 jogos e ocupa a décima terceira posição. O time pode cair para décimo quarto e, mesmo assim, terá ganho uma posição na classificação ao final da rodada.

Os alviverdes já voltam a campo na próxima segunda (30/09), quando recebem o Atlético-GO no estádio Brinco de Ouro às 20 horas.

O JOGO

A primeira boa chance do jogo é do Guarani. Michel Douglas acerta o travessão e no rebote Ricardinho manda por cima. O Brasil responde num chute rasteiro de Murilo Rangel defendido por Klever e, no minuto seguinte, fica muito perto do gol, mas Murilo Rangel e Diogo Oliveira erra as finalizações.

A partida fica equilibrada e ganha em emoções. Diogo Oliveira manda um chute perigoso. Os donos da casa são mais ofensivos na reta final da primeira etapa, mas os times vão pro intervalo sem balançarem as redes.

No segundo tempo, o jogo segue equilibrado. Aos 12 minutos, Guilherme Queiroz chega a marcar, mas o juiz anula por impedimento. Com o passar do tempo, o Guarani recua e se mostra satisfeito com o empate.

A primeira chance de perigo efetivo do Guarani sai aos 30 minutos com o chute de Ricardinho que é defendido pelo goleiro. O Brasil tenta crescer no final, enquanto os alviverdes vão tentando controlar o jogo na posse de bola. A última chance do jogo sai dos pés de Pereira, mas a bola sai.

Um zero a zero muito comemorado pelos jogadores e comissão técnica do Guarani.

BRASIL-RS X GUARANI

Campeonato Brasileiro Série B – 25ª rodada

Data: sexta-feira, 27 de setembro

Horário: 20h30

Local: Estádio Bento Freitas

Árbitro: Lucas Guimarães Horn

Assistentes: Fábio Pereira e Cipriano da Silva Sousa

Cartões Amarelos: Klever, Bruno Aguiar, Eduardo Person

BRASIL-RS: Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo, Bruno Aguiar e Pará; Murilo Rangel (Cristian), Carlos Jatobá, Eduardo Person (Maicon Assis), Rodrigo Alves e Diogo Oliveira e Guilherme Queiroz (Pereira). Técnico: Bolívar

GUARANI: Klever; Lenon, Ferreira, Giaretta e Thallyson; Deivid, Ricardinho, Felipe Guedes e Lucas Crispim (Deivid Sousa); Davó (Rondinelly) e Michel Douglas (Vítor Feijão). Técnico: Thiago Carpini (interino)

Comente com seu Facebook