Aos 35 anos, Leandrinho vive experiências de um jogador recém-promovido das categorias de base. A presença dos familiares nas arquibancadas, a expectativa pela lista de relacionados e a espera por oportunidades dentro de campo.

Mesmo após tantos anos atuando no futebol, Leandrinho vive sua primeira experiência como profissional no Brasil.

“Quando eu fui convocado para o jogo eu me senti um jogador de base esperando sua primeira oportunidade. Mesmo com muita experiência, me senti muito feliz e estou disponível para ajudar os meus companheiros da melhor maneira possível”, explica o atacante.

Acompanhado da presença de familiares nas arquibancadas, Leandrinho fez sua estreia pela Macaca na última rodada contra o Novorizontino e agora briga por espaço. Criado nas categorias de base da Portuguesa, o atleta rodou o mundo atuando em países como Costa Rica, Bélgica, Portugal, Irã, Guatemala, Arábia Saudita, México e Turquia antes de fechar com a Alvinegra.

“É uma honra muito grande vestir a camisa da Ponte Preta. É um clube grande, tradicional e que me deixa feliz com essa primeira experiência no Brasil. Estou aqui há um mês e sou muito grato por este período. Infelizmente não foi a estreia que eu esperava, mas futebol é isso e agora vamos em busca de novos momentos”, disse Leandrinho.

Sem Lucca na partida contra o Bahia, Leandrinho é mais uma das opções para o técnico Hélio dos Anjos montar a equipe titular na partida de sexta-feira.

Foto de Diego Almeida/Pontepress

Comente com seu Facebook