Após cinco anos, Wesley está de volta ao futebol paulista e também ao Estadual mais disputado do Brasil.

O volante de 34 anos aceitou o convite de Gilson Kleina e da diretoria alvinegra para atuar na Macaca.

Wesley trabalhou com Kleina pela primeira vez em sua passagem pelo Palmeiras. Ele também foi companheiro de Luís Fabiano nos tempos de São Paulo.

“Trabalhei com o Kleina e fomos campeões. Entendo bem a plataforma de jogo e todas situações que o professor e a comissão pedem. É uma satisfação jogar na Ponte Preta porque sabemos da importância e da grandeza do clube”, explicou.

A última vez que Wesley disputou o Paulistão foi em 2017 atuando com a camisa do São Paulo. Depois disso jogou por Sport, América, Criciúma, Avaí e CRB.

“Eu venho de anos maravilhosos e estou feliz por retornar para essa competição que já fui campeão. Agora quero trabalhar para ajudar e colocar nosso planejamento em prática. A Ponte Preta tem uma camisa muito pesada e sempre tive muita dificuldade quando atuei aqui”, opinou.

Wesley quer conquistar a confiança dos torcedores e da comissão técnica. O atleta se colocou à disposição para atuar como volante, mas também em outras posições.

“A posição que eu mais gosto de jogar é a de segundo volante. Foi essa posição que me fez chegar na Seleção Brasileira. Mas se o professor quiser optar por me escalar em outro lugar estarei à disposição. Somos um grupo e o mais importante é cumprir tudo da melhor maneira”, encerrou.

Foto de Diego Almeida/Pontepress

Comente com seu Facebook