Após votação no Brinco, sócios decidem por continuidade do Conselho de Administração

0

O Conselho de Administração permanece sendo presidido por Ricardo Moisés. Após 154 votos, 86 sócios decidiram por não dar procedimento ao impeachment para destituir o atual mandado administrativo do Guarani.

ESPEL ELEVADORES

A reunião começou sob nova polêmica. O eleito presidente da mesa, Vicente Paulo Souza, estava entre os associados que está suspenso pela Comissão de Ética do clube. No entanto, Souza conseguiu uma liminar para iniciar os trabalhos.

De acordo com o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Marcelo Galli, a abertura da Assembleia não poderia ter sido feita por Souza. “Ao fazê-lo, ele torna toda a assembleia nula, porque está sendo presidida por alguém indicado por uma pessoa que não poderia fazê-lo”. A questão deixa margem para que a reunião possa ser questionada e até impugnada na justiça.

O presidente Ricardo Moisés foi o único membro do CA a se manifestar publicamente. Ele voltou a dar relevo à recuperação do time no returno da Série B e garantiu que as questões financeiras vem sendo solucionadas sob sua gestão.

Comente com seu Facebook