Após último jogo do ano no Brinco, Fumagalli sinaliza aposentadoria

0

O empate sem gols com o Luverdense e a confirmação de que o Guarani continua na Série B no ano que vem, pode ter sido o último episódio de Fumagalli como jogador profissional. O meia, que completou 40 anos em outubro, ainda não anunciou de maneira oficial a aposentadoria, mas a maneira como ele comemorou com a torcida no Brinco de Ouro na última sexta-feira é um grande indício de o ciclo do meia nos gramados chegou ao fim.

Após o empate com o Luverdense, Fumagalli fez questão de ficar pelo menos 15 minutos comemorando com o torcedor a manutenção na Série B (veja o vídeo exclusivo da comemoração do ídolo).

Quando todos os outros jogadores já se dirigiam ao vestiário, Fumagalli ainda teve uns instantes de solidão no centro do gramado, olhar longe e pensativo, como se aquela fosse a última vez que sentira a comunhão com o torcedor, daquela maneira, como jogador profissional e ídolo do clube.

Depois, em entrevista ao repórter Marcos Luiz da Rádio Bandeirantes, Fumagalli foi às lágrimas. “Sofremos bastante. O grupo trabalhou pra caramba, não se entregou e merece isso… Deixei meu filho em casa chorando esta semana para estar com o grupo, falei pra minha esposa cuidar dele que tinha que estar junto neste momento e deu certo”.

Fumagalli ainda deixou em aberto a situação para o ano que vem: “Não sei ainda. Vou pra casa, tenho alguns dias pra pensar, decidir com a minha família, mas eu saio com a missão cumprida”.

Em todas as passagens pelo Brinco de Ouro, Fumagalli acumula 296 jogos e é o quarto maior artilheiro da história do clube com 89 gols marcados.