Representantes da Federação Paulista de Futebol e do Ministério Público de São Paulo voltam a se reunir nesta quarta-feira, às 18h, para discutir o retorno do futebol no estado. O período de restrição termina no próximo domingo, mas ainda há uma esperança dos dirigentes em ter o retorno da bola rolando no final de semana. Os clubes estão de sobreaviso.

A FPF tenta o aval do futebol para retomar os jogos, mas o governador João Dória só vai autorizar a marcação das partidas a partir da autorização do Ministério Público e, por isso, a reunião foi agendada.

Na última segunda-feira, a entidade apresentou ao Procurador-Geral um novo protocolo com mais etapas de prevenção até os jogos e maior monitoramento aos atletas. A FPF ainda sugeriu um sistema de bolha com delegações isoladas em CTs e hóteis até o final da competição.

Outro ponto que seria alterado envolve o horário das partidas. Seguindo o exemplo do Rio Grande do Sul, os jogos do Paulistão ocorreriam após o toque de recolher – iniciado a partir das 20h -, como forma de não incentivar aglomerações.

De acordo com informações do Globo Esporte, o MP ainda pediu a adição da obrigação de testes nos jogadores faltando 1h para o início de bola rolando, mas a FPF enxerga como ‘inviável’ a possibilidade no momento.

O Ministério Público não vai se manifestar sobre as reuniões e decisões.

Comente com seu Facebook