O técnico Daniel Paulista admitiu na reta final do primeiro turno que estava incomodado com a irregularidade defensiva do Guarani na Série B do Campeonato Brasileiro.

Na primeira metade da competição foram 25 gols sofridos em 19 jogos. Média de 1,31 gol sofrido por jogo.

A equipe alviverde foi vazada em 13 dos 19 jogos do primeiro turno com destaque para os jogos contra Vasco da Gama (4×1), Vila Nova (4×1) e Cruzeiro (3×3).

Mas após dois períodos longos de treinamentos, a equipe demonstrou evolução e melhorou a média no começo do segundo turno. Foram dois gols sofridos em quatro jogos. Média de 0,5.

O crescimento também coincide com a entrada de Rafael Martins na vaga de Gabriel Mesquita no time titular. A mudança foi realizada por Daniel Paulista na reta final do primeiro turno.

Outro ponto foi a maior disponibilidade dos zagueiros e dos volantes com retornos de Ronaldo Alves, Carlão e Rodrigo Andrade.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Comente com seu Facebook