Após demissão de Alexandre Mattos, Palmeiras projeta maior uso da base e diminui chances de investida em Ivan

0

O goleiro Ivan Quaresma era um dos principais alvos do diretor Alexandre Mattos para a próxima temporada do Palmeiras. Com as possíveis saídas de Jaílson e Fernando Prass, o dirigente prospectava o mercado em busca de um jovem goleiro e avaliava uma proposta pelo pontepretano.

ESPEL ELEVADORES

Após a derrota do Palmeiras para o Flamengo, Alexandre Mattos e o técnico Mano Menezes foram demitidos com a justificativa que o Palmeiras passará por ajustes na filosofia e no projeto para o ano que vem. O ano sem conquistas fez com que a diretoria exigisse mudanças para 2020.

Entre as principais adaptações está o maior uso da categoria de base. E isso interfere também na posição de goleiro. Com o goleiro Weverton sendo o titular absoluto, Vinicius Silvestre – criado pela base do clube -, deve receber mais oportunidades. Um terceiro goleiro também deve ser promovido do sub-20.

Sendo assim, Ivan Quaresma tem chances reduzidas de receber uma proposta do Verdão na próxima janela de transferência. Com o Corinthians também reavaliando uma oferta, o arqueiro ainda tem o interesse do Grêmio, além do monitoramento do futebol internacional.

“É difícil avaliar chances assim porque pedi ao meu empresário para me apresentar apenas propostas concretas e as únicas foram as já rejeitadas do Leganés e Famalicão. Com toda sinceridade, sem discurso pronto, a chance de sair é de 50%”, explicou o jogador em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Comente com seu Facebook