A eliminação na Copa do Brasil ficou no passado e a Ponte Preta agora volta o foco na Série B do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso da Macaca será no domingo, diante do Confiança, às 20h30, pela 11ª rodada da Bezona.

A partida ainda está ameaçada por conta do número de casos de Covid-19 no Confiança. Seis jogadores testaram positivos no último exame da equipe de Aracaju, além de oito integrantes do elenco em isolamento domiciliar por conta do coronavírus.

Um dos objetivos do departamento de futebol nestes dias de transição entre Copa do Brasil e Série B é melhorar a autoestima dos atletas.

Na última partida, diante do América, Brigatti deu duas declarações que incomodaram o elenco: no intervalo disse que se pudesse teria trocado o time inteiro, mas estava limitado pelas cinco substituições. Depois do jogo citou que o time estava pesado fazendo analogia com feijoada.

Fontes ouvidas pela reportagem disseram que declarações não pegaram bem entre os jogadores. A primeira declaração gerou uma sensação nos atletas sobre incapacidade de executar o que é passado nos treinamentos.

Zé Roberto, um dos mais incomodados com isso e com a pouca utilização na equipe, optou por se transferir ao Atlético Goianiense.

Pessoas que trabalham no dia a dia da Macaca garantiram que não há nenhum clima de racha ou divisão entre jogadores ou comissão técnica. A insatisfação foi pontual e os líderes da equipe estão agindo para contornar para garantir a sequência do bom momento da equipe na Bezona.

Foto de Álvaro Jr/Pontepress

Comente com seu Facebook