O Guarani confirmou a chegada de Arthur Rezende para compor o meio-campo titular da equipe de Thiago Carpini com Deivid, Lucas Crispim e Giovanny. A chegada do atleta mantém uma perspectiva criada desde o início da temporada: Ricardinho não é uma prioridade.

O volante entrou em campo apenas por 14 minutos na vitória contra o Ituano no Campeonato Paulista. Vale lembrar que Ricardinho passou por um problema na panturrilha, mas mesmo quando ficou à disposição demorou para ser relacionado e aproveitado.

Aos 31 anos, Ricardinho tem contrato com o Guarani até o final da temporada e um salário considerado alto no atual elenco. Responsável pelo gol do acesso na Série A2 de 2018 e um dos líderes do grupo até o ano passado permanece como uma das últimas opções do meio-campo.

Entre os volantes, o Guarani conta com opções como Deivid, Marcelo, Lucas Abreu, Eduardo Person, Igor Henrique e agora Arthur Rezende – os dois últimos considerados versáteis e que atendem outros posicionamentos na equipe. Sendo assim, Ricardinho tem uma chance mínima de ser reaproveitado dentro do elenco.

Em entrevista recente à Rádio Bandeirantes, o presidente Ricardo Moisés admitiu que um ou dois jogadores ainda podem deixar o elenco. A diretoria liberou o estafe do volante para procurar outro clube e não fará nenhum contraponto se surgir alguma proposta.

Reportagem de Júlio Nascimento | Foto de David Oliveira (Guarani FC)

Comente com seu Facebook