Após 21 rodadas, Guarani supera campanha de 2017 e liga sinal de alerta contra queda de rendimento

0
Créditos: Letícia Martins/Guarani Futebol Clube

por júlio nascimento

Com a vitória contra o Sampaio Corrêa, no último sábado, por 2 a 0, o Guarani chegou aos 32 pontos em 21 rodadas e superou a campanha da equipe de Vadão do ano passado. Em 2017, no mesmo período, o Bugre tinha somado 31 pontos, mas começou uma queda de rendimento a partir da 22ª rodada e só não foi rebaixado por ter vencido um jogo a mais do que o Luverdense.

O técnico Umberto Louzer ligou a sinal de alerta contra a queda de rendimento no Bugre. As oscilações, principalmente no segundo tempo, ainda preocupam a comissão técnica, que tem feito ajustes na equipe com a Série B em andamento. Só na partida contra o Sampaio Corrêa foram quatro estreias: goleiro Agenor, zagueiro Fabrício Carioca, meia Jeffersom Nem e atacante Bruno Xavier.

E novas caras ainda vão estrear pela equipe. É o caso do zagueiro Ferreira, do volante Romisson e do atacante Douglas Silva. O defensor ainda realiza ajustes no condicionamento físico enquanto os outros aguardam a inscrição no BID da CBF para ficarem à disposição da comissão bugrina.

Com apenas um ponto de diferença para o Goiás, quarto colocado, o futuro do Guarani passa pelos próximos jogos. A maratona envolve adversários diretos pelo G4. O primeiro adversário é o Atlético-GO (3º colocado) e na sequência tem o Dérbi 192 contra a Ponte Preta (6º). Depois que enfrentar o Criciúma (14º), o Bugre volta a pegar um postulante ao acesso: Goiás (4º).

Um amuleto para não deixar 2017 se repetir é a campanha como visitante. O Guarani conquistou apenas 12 pontos fora do Brinco em toda Série B do ano passado. Só na atual edição já são 14 pontos com direito a vitórias contra CSA, Oeste, Londrina e Sampaio Corrêa, além dos empates contra Goiás e Avaí. O Bugre ainda perdeu para Fortaleza, Atlético-GO, Juventude e Paysandu,