O volante Amaral foi uma das grandes novidades neste começo de Série B na Ponte Preta. Desde os 10 anos no Moisés Lucarelli, o atleta foi subindo de categoria no clube e agora será uma peça importante no elenco profissional.

“O jogador de futebol sempre precisa estar pronto para a oportunidade. Eu estava me preparando para isso e confio muito no meu trabalho. O Edson (Abobrão) foi muito especial para mim porque ele me deu a oportunidade de jogar no amistoso contra o profissional e aquele jogo foi importante”, explicou em entrevista coletiva.

A conversa entre Hélio dos Anjos e Edson Abobrão foi fundamental para a comissão técnica ter confiança em utilizar Amaral. O jogador se destacou em jogos amistosos do profissional contra o time sub-20 e foi elogiado publicamente pelo comandante da Macaca.

“O Hélio dos Anjos me passou muita tranquilidade. Disse para eu ficar calmo porque ele confiava no meu trabalho. Fiquei muito motivado com as palavras dele e com a consciência exata do que preciso fazer agora como profissional”, completou.

Amaral reencontra Thiago Oliveira, companheiro dos tempos de base, além do amigo Léo Naldi – agora dupla no meio-campo. “O Naldi e o Thiagão são meus companheiros de longa data. A relação é boa, mas o futebol profissional muda bastante em comparação ao período na base. O ambiente ajuda muito quem está subindo para o time principal”, encerrou.

Foto de Diego Almeida/Pontepress

Comente com seu Facebook