Em busca de reforços para a sequência da Série B, o departamento de futebol do Guarani aposta no mercado sul-americano para abastecer o plantel de Mozart Santos.

O Bugre acertou a contratação do volante colombiano Richard Ríos, ex-Flamengo, além do empréstimo de Alexis Alvariño, meia de 21 anos que pertence ao Boca Juniors, da Argentina.

A diretoria também negocia a contratação do atacante boliviano Bruno Miranda. O atleta está em intercâmbio com o Bolívar, em Portugal. O empréstimo do atleta depende do aval do clube.

Mas os atletas também tem a missão de apagar o histórico negativo dos estrangeiros no Brinco de Ouro. Foram poucos que tiveram sucesso, mas muitos gringos que vestiram a camisa alviverde.

Na década de 50, o zagueiro argentino Gritta atuou pelo Bugre entre 1949 e 1950. Depois foi a vez do atacante Vasquez, do Paraguai, atuar de 1954 a 1956. Mas o atleta de maior sucesso neste período foi Villalobos. O peruano está entre os maiores artilheiro da história do Guarani com 87 gols marcados.

O clube teve as mais variadas nacionalidades na sua história. O zagueiro Schingiry representou a Alemanha na década de 70, o croata Jovicevic era uma das grandes apostas em 2000 e a dupla de sul-coreanos Kim Jiseok e Jae Wook não chegaram a estrear em 2016. Uruguai, Argentina, Peru, Colômbia, Equador e outros países também foram representados.

No ano de 2017, após uma indicação de Ney da Matta, o Guarani contratou o paraguaio Braian Samudio. O jogador foi o último estrangeiro de sucesso no clube. Foram 7 gols em 26 jogos disputados. Seu compatriota, Rogério El Niño não foi tão bem e marcou apenas um gol em sete jogos na mesma temporada.

RELAÇÃO DOS ESTRANGEIROS NO GUARANI:

  • Gritta (zagueiro) – Argentina – 1949-50
  • Vasquez (atacante) – Paraguai – 1954-56
  • Jesus Villalobos (atacante) – Peru – 1955-58
  • Pérez (goleiro) – Paraguai – 1970
  • Patito (atacante) – Paraguai – 1970-71
  • Mihaijlo Schingiry (zagueiro) – Alemanha – 1971
  • Raúl Bernao (atacante) – Argentina – 1972
  • Léo Percovich (goleiro) – Uruguai – 1995-96
  • Igor Jovicevic (meia) – Croácia – 2000
  • Leonel Liberman (meia) – Argentina – 2004
  • Diego Loscri (meia) – Argentina – 2004
  • Juan Cominges (meia) – Peru – 2013
  • Juan Obregón (atacante) – Colômbia – 2014
  • Edwin Castro (volante) – Colômbia – 2014
  • Braian Samudio (atacante) – Paraguai – 2017
  • Rogerio Leichtweis (atacante) – Paraguai – 2017
  • Rentería (atacante) – Colômbia – 2017
  • Pablo Armero (lateral) – Colômbia – 2019

Estrangeiros que não estrearam:

  • Mahmoud Gadri – atacante – Tunísia – 1979-1980
  • Mansilla – zagueiro – Uruguai – 2004
  • Sebastian – zagueiro – Uruguai – 2004
  • Kim Jae Wook – Coreia do Sul – 2016
  • Kim Jiseok – Coreia do Sul – 2016
  • Esteban – goleiro – Colômbia – 2016

colaboraram edu pinheiro e josé ricardo mariolani

Comente com seu Facebook