À espera de cogestão, Guarani trabalha em silêncio por definição do novo treinador

0

por júlio nascimento

Um furacão passou pelo Brinco de Ouro no início desta semana. A ‘eliminação’ na Série B e a derrota para o Paysandu desencadearam em uma série de demissões e, consequentemente, indefinições no departamento de futebol do Guarani. Paralelamente, o futebol ficou em segundo plano.

Na última terça, o Guarani demitiu o superintendente Luciano Dias, o preparador físico Felipe Celia, o auxiliar Caio Autuori, o técnico Umberto Louzer, além de encaminhar a saída de outros membros da comissão técnica.

Por ora, o clube anunciou apenas que o auxiliar Marco Antônio e o coordenador Fumagalli serão os responsáveis pela montagem do time nas partidas contra Brasil de Pelotas e Londrina.

A primeira missão é definir o novo treinador. O Conselho de Administração pretende escolher o novo comandante antes da votação do futuro gestor do departamento de futebol, que será revelado apenas em meados de dezembro. Cada grupo tem um nome para sugerir, mas a ideia é encontrar um consenso.

O desejo da diretoria bugrina é encontrar um treinador emergente. O Portal CB noticiou no dia 23 de outubro que o presidente Palmeron Mendes Filho procurou o ex-técnico do Atlético Mineiro, Thiago Larghi, para debater sobre atletas do futebol mineiro que estão no mercado e são possíveis reforços para o Bugre a partir de janeiro.

Larghi é jovem e agrada. Ele está no mesmo perfil de Fabiano Soares. Mas outros dirigentes defendem um treinador mais experiente como o próprio Marcelo Chamusca, Adilson Batista e até mesmo Guto Ferreira. O Conselho de Administração, entretanto, não pretende dar pistas para não causar reboliço entre os torcedores ou despertar a concorrência.

A receita do Guarani para curar a ressacada é trabalhar. O elenco se reapresenta ainda na manhã desta quarta-feira para continuar se preparando para o confronto do final de semana, fora de casa, contra o Brasil de Pelotas. A tendência é que Marco Antônio e Fumagalli escalem um time diferente em relação ao que enfrentou o Paysandu na última rodada.

Comente com seu Facebook