O técnico Gilson Kleina concedeu entrevista após o empate sem gols no dérbi 201.

O comandante da Macaca falou sobre os impactos da partida contra o Guarani e as escolhas por Rayan na vaga de Ednei, além da presença de Moisés – que não treinou durante a semana com dores no joelho.

LEITURA DO JOGO
“A nossa equipe cresceu a partir do momento que neutralizou o meio-campo. A bola do jogo foi em uma enfiada do Rodrigão para o Richard e ele acabou parando na defesa do adversário. Faltou um detalhe de um melhor posicionamento na bola parada ou caprichar na finalização. Mas procuramos e precisamos valorizar o ponto que conquistamos”

ENTRADA DE RAYAN
“A gente confia em todos os jogadores que trabalham. A defesa é um setor de alta rotatividade porque estamos convivendo com lesões. A gente chegou a perder dois zagueiros em um mesmo jogo e conseguimos manter o nível. Essa confiança não só no Rayan, mas também em todos os outros jogadores. Foi uma necessidade pela lesão do Ednei, mas foi tudo bem trabalhado e fizeram um grande jogo”

IMPACTO DO RESULTADO
“O nosso papel é sempre buscar vencer, mas pontuar em um clássico e contra um time que está pleiteando um G4 é importante de valorizar também. Todo clássico tem um ingrediente a mais. A gente não começou bem no jogo, mas melhoramos e percebemos um Guarani reativo. Agora queremos continuar no mesmo ritmo para buscar a primeira vitória como visitante e subir na tabela”

Comente com seu Facebook