Fernando Diniz assumindo o Vasco da Gama, Jerson Testoni deixando o Brusque e uma série de mudanças que são frequentes a cada rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Apenas 35% dos participantes da competição mantiveram seus treinadores desde o início da competição. Traduzindo os números: são sete dos vinte clubes que não demitiram os comandantes.

Guarani e Ponte Preta estão na lista. Daniel Paulista fez sua estreia justamente na primeira rodada da Série B diante do Vitória no Brinco de Ouro. Já Gilson Kleina não ficou no banco no primeiro compromisso da Ponte Preta, mas acompanhou a derrota para o Brusque nas arquibancadas.

Os outros cinco treinadores que não foram trocados por suas equipes: Gustavo Morínigo (Coritiba), Allan Aal (CRB), Claudinei Oliveira (Avaí), Felipe Surian (Sampaio Corrêa) e Matheus Costa (Operário).

Destes o mais longevo no comando é Matheus Costa, comandante do Operário desde outubro de 2020.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Comente com seu Facebook