Rodada de confrontos diretos e manutenção do time são motivações para o Bugre contra Paysandu

0

A longa viagem de quase 3 mil quilômetros entre Campinas e Belém-PA foi realizada neste domingo pela delegação do Guarani. A ideia da comissão técnica foi adiantar em um dia a viagem para que os atletas ganhassem mais tempo de descanso e pudesse se acostumar com o clima da capital paranaense.

NA TELA DA BAND

O adversário do Bugre, Paysandu, está pressionado, não vence há 8 rodadas, demitiu Dado Cavalcanti dez dias atrás e corre o risco de entrar na zona de rebaixamento caso seja derrotado em casa. O técnico Umberto Louzer acredita que é possível usar a favor do Guarani o momento ruim vivido pela equipe paraense: “Saber explorar esta necessidade do adversário para que a gente consiga encaixar muito bem nossa maneira de jogar e sair de lá com o objetivo alcançado, que é vencê-los”.

O comandante alviverde reforçou que pretende manter os onze titulares que entraram em campo na última rodada diante do Figueirense. Para Umberto, os erros individuais e de posicionamento que ocasionaram a derrota do Bugre não justificam uma troca no time. O comandante acredita que a equipe, no aspecto coletivo, vem evoluindo com a mesma formação. O treinador ainda não vai contar com o zagueiro Ferreira no banco de reservas. O jogador ainda precisa aprimorar a parte física antes de brigar por uma vaga no time.

Outro aspecto que deve colaborar, caso o Guarani vença fora de casa, é a combinação de resultados. Dos 10 primeiros colocados da Série B, oito equipes terão confrontos diretos nesta terça, quando será realizada toda a décima sétima rodada do campeonato. Além do Bugre, a Ponte Preta é o outro time que está nas primeiras posições e não tem confronto direto. Isso significa que as equipes que lutam junto com o Bugre pelas primeiras colocações devem perder pontos nesta rodada, o que facilita a situação alviverde.

Um resultado positivo diante do Paysandu pode até colocar o Guarani no G-4, mas será necessário torcer para que cinco partidas tenham resultado favorável para os alviverdes.

Além disso, o Bugre ainda busca um melhor aproveitamento nas partidas longe de Campinas. Dos 21 pontos disputados fora de casa, os alviverdes somaram 8. No entanto, o aproveitamento vem melhorando. A última derrota como visitante foi quase dois meses atrás, dia primeiro de junho para o Juventude. Depois disso, o time acumula 2 vitórias e um empate.

Comente com seu Facebook