Ponte é vice-campeã Paulista em 79

0

A campanha da Ponte no Paulista de 1979 não foi tão boa quanto a de dois anos antes. Empatou metade dos 38 jogos da primeira fase, mas garantiu a classificação para a segunda etapa do campeonato, quando embalou: foi a primeira colocada no Grupo 1 e garantiu vaga no mata-mata.  Na semifinal do campeonato, a Ponte teve de disputar uma vaga na final contra o Guarani, campeão brasileiro do ano anterior. Os alvinegros venceram as duas partidas.

NA TELA DA BAND

Após várias divergências, a final aconteceu somente em janeiro de 1980, diante do Corinthians novamente. Em três partidas, a equipe, dessa vez, não teve muitas chances. Foram duas derrotas e um empate e o grito continuou entalado na garganta.

O terceiro jogo foi disputado no dia 10 de fevereiro de 1980. Com gols de Sócrates e Palhinha, o Corinthians venceu por 2 a 0 diante de 90 mil torcedores no Cícero Pompeu de Toledo.

CORINTHIANS 2×0 PONTE PRETA

Local: Morumbi, São Paulo

Público: 90.578

Renda: Cr$ 8 986 120

Árbitro: Romualdo Arppi Filho

Gols: Sócrates e Palhinha para o Corinthians

CORINTHIANS: Jairo; Luís Cláudio, Mauro, Amaral e Wladimir; Caçapava, Biro-Biro e Palhinha; Píter (Basílio), Sócrates e Romeu Cambalhota (Vaguinho). Técnico: Jorge Vieira.

PONTE PRETA: Carlos; Toninho Oliveira, Juninho, Nenê e Odirlei; Vanderlei, Marco Aurélio e Dicá (Humberto); Lúcio (Lola), Osvaldo e João Paulo. Técnico: Zé Duarte.

Comente com seu Facebook