Osmar Loss é apresentado no Guarani: “que o torcedor sinta prazer em ver a equipe jogar”

0
Foto: Letícia Martins - Guarani Press

Osmar Loss concedeu a primeira entrevista coletiva como treinador na tarde desta quinta-feira no Estádio Brinco de Ouro. Logo na primeira questão, ele teve que responder como pretende tratar a rejeição por parte da torcida mesmo antes de ser oficializado: “eu espero mostrar para a torcida do Guarani que efetivamente a decisão do Palmeron e da diretoria foi uma decisão acertada no dia-a-dia. O torcedor por ter certeza que o que for melhor para o Guarani, será a decisão que vamos tomar aqui”.

NA TELA DA BAND

Loss acertou contrato de um ano com o Guarani. Ele preferiu não falar das características que o time dele pode ter. “Ser ofensivo demais, em algumas equipes não dá certo. Ser defensivo demais também não dá certo em todos os momentos. A gente vai buscar o equilíbrio de uma equipe onde os atletas e o torcedor do Guarani sinta prazer em ver a equipe jogar.”

O novo comandante preferiu não falar nas novas contratações, mas há a expectativa de que ele conte com peças do seu ex-clube, o Corinthians. Com relação aos atletas desta temporada que têm contrato para o ano que vem, a ideia dele é manter os jogadores e aproveitá-los, caso o profissional realmente mostre rendimento satisfatório.

Loss também foi questionado sobre as indefinições no processo de cogestão que passa o clube. “Eu vim contratado pelo departamento de futebol do Guarani, presidente do Guarani. Sei que tem este processo, foi um dos momentos de dúvida na relação quando eu tomei a decisão de aceitar o projeto. Só que estas empresas, se elas se associarem ao Guarani, o Guarani tem que estar em primeiro lugar sempre. É isso que eu vou fazer aqui. Se a decisão vier pra mim, eu sempre vou tomar a decisão para que o Guarani saia fortalecido”.

Depois que deixou o comando do time principal do Corinthians, ele esteve na Europa conhecendo a estrutura de alguns grandes clubes do futebol mundial. Ele deveria retornar à base corinthiana, mas preferiu aceitar o desafio de treinar o Bugre no retorno à primeira divisão do Campeonato Paulista e também na Copa do Brasil. Este são os desafios do primeiro semestre. “É obvio que a gente pensa numa classificação (no Paulistão) … Copa do Brasil temos que pensar e esperar a definição do mata-mata, mas não tem como a gente não projetar andar bem na Copa do Brasil … e Série B não tem outro objetivo que não seja o acesso ao final da temporada”.

O elenco do Guarani segue de férias. A previsão é de que Osmar Loss e toda a comissão técnica comece efetivamente a trabalhar dentro de campo no dia 27 de dezembro, quando a equipe deve se reapresentar.

 

 

Comente com seu Facebook