Macaca fica com vice do Interior em 2011

0

O Paulistão de 2011 consolidou a Ponte Preta como quinta maior força do Estado. Na primeira fase da competição, a Macaca somou 32 pontos nas 19 rodadas em que atuou contra todas as demais equipes da Série A1 do Estadual (9 vitórias, 5 empates e 5 derrotas).

NA TELA DA BAND

Neste ano, os oito melhores se classificaram para a fase de quartas de final. A Ponte, que terminou na quinta posição, encarou o quarto colocado, o Santos. Como fez melhor campanha, a equipe do litoral teve a vantagem de fazer o jogo único em casa. Na Vila Belmiro, placar de um a zero para os donos da casa, gol de Neymar. O Santos seria mais tarde o Campeão daquela edição do Paulista.

Eliminada da principal disputa, a Macaca entrava no Torneio do Interior, que teve outras 3 equipes no mata-mata: São Caetano, Oeste e Mirassol. A Ponte, que teve a melhor campanha entre as equipes, fez a semifinal em jogo único no Moisés Lucarelli. Depois de um zero a zero no tempo normal, os alvinegros garantiram passagem para a final nos pênaltis por 4 a 1.

A final era contra o Oeste, que havia vencido o Mirassol na semifinal, ultrapassou a Ponte na campanha geral e garantiu o direito de decidir o título em casa, já que a decisão foi em 2 jogos.

Na primeira partida, no estádio Moisés Lucarelli, Ferron e Guilherme Andrade fizeram os gols pontepretanos. Mazinho descontou para o time de Itápolis. Com dois a um no placar, a Macaca jogava pelo empate na grande final.

Em Itápolis, no dia 7 de maio de 2011, a Ponte não segurou a equipe da casa. Com dois gols de Anselmo Ramon e um de Fernandinho, o Oeste venceu com superioridade por 3 a zero e a Ponte ficou com o vice-campeonato do Interior Paulista em 2011.

FINAL – TROFÉU INTERIOR PAULISTÃO 2011

OESTE 3 X 0 PONTE PRETA

Local: Estádio dos Amaros – Itápolis

Árbitro: José Claudio Rocha Filho

Auxiliares: Mário Nogueira da Cruz e Mauro André de Freitas

Cartões amarelos: Anselmo Ramon, Caldeira, Fernandinho (Oeste); Xaves, Ferron e Leandro Silva (Ponte Preta)

Cartão vermelho: Roger (Oeste), Guilherme (Ponte Preta)

Gols: Anselmo Ramon aos 3 e 23 minutos segundo tempo; Fernandinho aos 47 minutos 2º tempo

OESTE: Fábio; Cris, Paulo Miranda e Caldeira (Reinaldo); Dede, Adriano, Márcio Passos, Roger e Fernandinho; Mazinho (Alex William) e Anselmo Ramon. Técnico: Luís Carlos Martins

PONTE PRETA: Bruno, Guilherme, Leandro Silva, Ferron e João Paulo, Xaves (Mancuso), Josimar, Renatinho (Ricardo Jesus) e Válber; Thiago Luís e Rômulo (Eduardo Arroz). Técnico: Gilson Kleina

 

Comente com seu Facebook