Fim do Jejum! Guarani joga bem e volta a vencer na Série B

0

Depois de cinco rodadas, o Guarani voltou a comemorar uma vitória no Brasileiro da Série B. Mesmo fora de casa, o Bugre teve postura superior ao Coritiba e desbancou o adversário por dois a zero. Apesar das duas equipes terem chances muito remotas de classificação, o jogo foi movimentado, com os atletas mostrando disposição e vontade de ficar com a vitória.

NA TELA DA BAND

Para o Guarani, Matheus Anjos, Denner e Gabriel Poveda foram os destaques. O time campineiro chega aos 49 pontos na Série B e continua na nona posição. Cinco pontos separam o Bugre do G-4 e só uma improvável combinação de resultados aliada a uma campanha com 100% de aproveitamento nas 4 rodadas finais podem dar o acesso ao time.

A delegação bugrina segue de Curitiba direto para Florianópolis onde na terça-feira enfrenta o Figueirense no Orlando Scarpelli às nove e meia da noite.

O JOGO

O Guarani começa bem o confronto, com mais posse de bola no ataque do que o adversário que tentavam sair em velocidade. A primeira boa chance sai de uma cobrança de falta de Fabrício que Rafael Martins defende. O Coritiba responde logo em seguida: Rafael Lima desvia o cruzamento e Agenor salva no canto.

As duas equipes fazem uma partida interessante, com boa movimentação. Denner leva perigo num chute cruzado. Depois, Denner reclama de pênalti e, na sequência do lance, Matheus Anjos fica na cara do goleiro e Rafael Martins salva. Um minuto mais tarde, é a vez de Ricardinho arriscar da entrada da área. O Bugre pressiona o Coritiba e cria diversas chances de gol: William Oliveira fica no goleiro, Fabrício cabeceia pra fora.

Quando o relógio completou meia hora de partida, o desempenho alviverde é coroado com gol. Em mais uma boa investida de Denner, o volante encontra Gabriel Poveda livre. O atacante, que fez sua estreia como titular, chuta de primeira e marca o primeiro gol dele como profissional do time que o revelou.

Mesmo depois de sofrer o gol, o Coritiba mostra pouco poder de reação. O Bugre domina e poderia ter marcado mais um com Gabriel Poveda no final da primeira etapa.

O Coritiba volta mais ofensivo para a etapa final. Alecsandro, com o goleiro Agenor batido, tenta o empate e Fabrício desvia do gol. Wellington Simião tenta num chute forte de primeira e a bola sobe demais.

Mas o Guarani consegue deixar o placar e o jogo tranquilo na bela jogada de Jefferson Nem. O meia recebe de Matheus Anjos na intermediária, avança sobre a marcação e toca na saída do goleiro para ampliar.

O Coritiba sente o gol e cai de rendimento no ataque. No final, as duas equipes tocam a bola sem efetividade. O Coritiba ainda termina com 10 porque Guilherme faz falta dura e é expulso direto e ouve seu torcedor gritar “olé” antes do apito final.

CORITIBA 0 X 2 GUARANI

Local: Estádio Couto Pereira, Coritiba
Data: Sábado, 03 de novembro de 2018
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Francisco Chaves Bezerra Junior e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE)

Público: 2.723

Renda: R$ 42.196,00

Gols: Gabriel Poveda, 30 minutos 1º tempo; Jefferson Nem, 18 minutos 2º tempo

Cartões amarelos: Vítor Carvalho, Matheus Anjos, Rafael Lima, Fabrício

Cartão Vermelho: Guilherme

CORITIBA: Rafael Martins; Leandro Silva, Rafael Lima, Alan Costa e Abner; Vitor Carvalho, Wellington Simião (Vinícius Kiss), Jean Carlos (Alisson Farias) e Yan Sasse (Chiquinho); Guilherme e Alecsandro. Técnico: Argel Fucks

GUARANI: Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Romário; Willian Oliveira, Ricardinho e Denner (Fabrício Bigode); Matheus Anjos (Rafael Longuine) e Jefferson Nem; Gabriel Poveda (Caíque). Técnico: Umberto Louzer

Comente com seu Facebook