Experiência na Série B, opção barata e desejo antigo: os bastidores do acerto da Ponte com Mazola Júnior

0

por júlio nascimento

NA TELA DA BAND

Apesar da silenciosa ação nos bastidores da Ponte Preta para contratar o técnico Mazola júnior, o presidente Abdalla mantém o sigilo em cada passo dado. O temor em ter os planos da Macaca estragados antes do previsto expõe a delicada situação do clube na transição de técnicos. O plano do departamento de futebol é respeitar a velocidade das negociações.

A expectativa é pelo anúncio de Mazola Júnior como substituto de Gilson Kleina. A oficialização deve ocorrer após a assinatura de contrato. O comandante de 53 anos está no Rio de Janeiro onde participa de um curso da CBF e voltará para Campinas no dia 15 – quando deve assumir fisicamente o posto de treinador da Macaca.

A contratação de Mazola é um desejo antigo de Abdalla, que ponderou uma oferta em outros momentos da Ponte Preta. A efetivação de João Brigatti durante a temporada tem ligação com o estilo próximo do treinador, afinal o ex-goleiro foi auxiliar de Mazola por muitas temporadas.

O departamento de futebol chegou a negociar com Guto Ferreira, mas a pedida salarial foi acima do esperado e do teto que a equipe alvinegra pode oferecer. A busca então passou a ser por uma opção boa e barata: Mazola. O pacote completo com a comissão técnica inclusa é proporcional a metade do que foi pedido por Guto.

Outros dois aspectos pesaram a favor de Mazola: a família tem forte ligação com a Ponte Preta – inclusive já trabalhou no clube em outras funções na comissão técnica -, e a experiência de ter disputado nove edições da Série B.

O departamento de futebol admite a possibilidade de trabalhar com um elenco mais barato e busca um técnico ‘durão’ para tornar a equipe aguerrida dentro de campo como forma de superar a limitação técnica, como ocorreu em outros momentos.

 

O contrato de Mazola Júnior com a Macaca será até dezembro de 2019 com multa para rescisão contratual. O último clube do treinador foi o Criciúma. Ele assumiu o time catarinense com a missão de livrá-lo do rebaixamento e obteve a manutenção. No primeiro semestre conquistou o vice-campeonato estadual com o CRB no Alagoas.

Comente com seu Facebook