Exclusivo! Nenê Zini explica os planos de cogestão com o Guarani

0

O empresário Nenê Zini, em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirante no programa Bandeirantes Esportiva, explicou os moldes da parceria que ele, a Elenko Sports, a Traffic e o grupo DK propõem ao Guarani.

NA TELA DA BAND

Zini iniciou a entrevista afirmando que o clube passa por um momento delicado nos bastidores e por isso, acredita que o momento é inoportuno para que haja uma decisão definitiva sobre a cogestão no clube.

“Pela primeira vez nos últimos 20 anos o clube volta a ter uma política ativa”, explicou o empresário que teme que a boa campanha no Brasileiro da Série B seja paralisada pela discussão da cogestão.

A ideia de Zini é administrar apenas o departamento de futebol profissional e de base e manter a área social do clube com os atuais mandatários. A receita do clube seria dividida em 70% para o futebol e 30% para o social e outros eventuais gastos.

O empresário afirma que o principal objetivo é profissionalizar o futebol do Guarani, inclusive as categorias de base. No entanto, Zini fez questão de salientar que o Conselho de Administração do Guarani continuará tendo força e representatividade, principalmente na CBF e FPF.

Se vencer a disputa, Nenê Zini garantiu que o homem forte do futebol do Guarani, Luciano Dias: “Nem passa pela cabeça mudar os profissionais que estão dando certo no Guarani”. Além disso, o empresário foi categórico em dizer que, se perder a disputa, os atletas com ligação com ele ou algum grupo ligado a ele vão cumprir os contratos com o Bugre.

Por fim, Zini acredita que este processo de cogestão deve ser por tempo limitado e que, depois que a situação financeira do Guarani melhorar e o contrato chegar ao fim, o clube deve retomar as ações do departamento de futebol.

Confira, a seguir, em 3 partes, o áudio da entrevista na íntegra do empresário Nenê Zini:

Comente com seu Facebook